September 11, 2012

De Joseph Smith à Spencer Kimball - Um resumo da História da Igreja sobre o banimento do Sacerdócio aos Descendentes de Ham

 
 

1.       A revelação veio através de Joseph Smith, não Brigham Young.

 

2.       Quem não podia receber o sacerdócio eram os de linhagem Hamitica, ou seja, descendentes de Ham, independentes da cor da pele, e isso afetou negros  E BRANCOS. Os negros Dravidians da India, os Aborigenes da Australia, os Mealansians da Ilha de Fiji, os Negritoes das Filipinas, e outras tribos da Indonesia poderiam receber normalmente. Em 1955, quando a Igreja já tinha um departamento de genealogia avançadíssimo, os membros pesquisavam seus antepassados, e tanto brancos quanto negros que tinham descendentes de Ham na sua linhagem não recebiam o sacerdócio.

 

3.       ***A REVELAÇÃO***  foi dada ao Profeta Joseph Smith, conforme revelado no Livro de Abraão, na Pérola de Grande Valor, no Capítulo 1, verso 26 e 27, quando Abraão escreveu sobre Pharoah, o Rei do Egito, que era ‘abençoado com sabedoria’, ‘mas que não portava o sacerdócio devido a ser descendente de Ham’.

 

Abraão 1:

“26 O Faraó, sendo um homem justo, estabeleceu seu reino e julgou seu povo sábia e justamente todos os seus dias, procurando sinceramente imitar a ordem estabelecida pelos pais nas primeiras gerações, nos dias do primeiro reinado patriarcal, sim, no reinado de Adão e também de Noé, seu pai, que o abençoou com as bênçãos da terra e com as bênçãos da sabedoria, mas amaldiçoou-o com respeito ao Sacerdócio.

27 Sendo o Faraó dessa linhagem pela qual ele não tinha direito ao Sacerdócio, embora os Faraós o reivindicassem por sua descendência de Noé através de Cão; assim meu pai foi desviado pela idolatria deles;”


 

Joseph Smith seguiu este ensinamento depois de ter estudado o Papirus de Thebes, que era justamente registros de funerais do Egito.

 

A confirmação veio ao Profeta Joseph Smith através da tradução do Livro de Moisés, capítulo 7:22, que diz que os descendentes de Caim, filho de Adão, eram negros:

“22 E Enoque também viu os remanescentes do povo que eram os filhos de Adão; e eram uma mistura de toda a semente de Adão, exceto a de Caim, pois a semente de Caim era negra e não tinha lugar entre eles.”


 

OBS.: REVELAÇÃO porque, na restauração de Sua Igreja, e na tradução das placas e papirus, Joseph, com cuidado para restaurar a Igreja de Cristo e Seu Sacerdócio, quis fazê-lo da forma exata como constavam nas escrituras. Muita indagação foi feita ao Pai sobre isso, mas a revelação de que os descendentes de Ham poderiam receber o Sacerdócio não veio à Joseph, apenas a Spencer Kimball, em 1978.

 

4.       Tanto Joseph quanto Brigham, e todos os profetas seguintes até Spencer Kimball, indagaram ao Senhor através de muita oração e jejum, mas sempre obedeceram as escrituras e seguraram o sacerdócio aos negros, apenas para obedecer AS OBRAS PADRÃO, aos descendentes de Caim e Ham até que todos os Abelites, que eram os descendentes de Abel, tivessem a oportunidade de recebê-lo, e só saberiam disso através do Senhor.

 

5.       Caim, o filho mais velho de Adão, tinha o direito de nascimento ao Sacerdócio. Mas ele matou Abel, e o Senhor o amaldiçoou e colocou-lhe uma marca para que ninguém o matasse. A marca era a pele negra, e esta NÃO ERA SUA MALDIÇÃO como TODOS os profetas explicaram.

 

A maldição era que, ao invés dos descendentes de Caim, que era o mais velho, receberem o direito ao Sacerdócio primeiro, eles o receberiam por último. Esta era a maldição do Senhor a Caim. O banimento ocorreria até que Abel e todos os seus descendentes estivesse ressurretos e tivesse recebido o Sacerdócio, então o banimento aos descendentes de Caim seria retirado.

 

6.       Os Sethites (descendentes de Seth, o terceiro filho de Adão e Eva) e os Cainites (descendentes de Caim) não eram permitidos se casarem por ordem do Senhor (ou seja, casamento interracial). Mas acabou acontecendo, e houve corrupção do povo,  por isso o Senhor decidiu destruir todos os Adamites no dilúvio, escolhendo Noé como profeta para construir a arca e sua família e pares de animais. Um de seus filhos, Ham, tinha uma esposa que era Egíptus, descendente de Caim, ou seja, a linhagem de Caim continuou depois do dilúvio. Seus filhos eram Mizraim, Cush, Put e Canaan e eles, depois do dilúvio, se estabeleceram no Norte da África, com a exceção de Canaan.

 

 

7.       Mizraim é o nome hebreu para Egito. Cush é o nome hebreu para Sudan. Put era o que hoje é chamada Etiópia. Joseph Smith acreditava que os negros eram descendentes de Caim e tanto ele, como Brigham Young, como todos os profetas até Spencer W. Kimball, pediram revelação ao Senhor sobre isso, investigaram as linhagens e as escrituras com estudiosos da época, já que os negros africanos eram Cainites, descendentes de Caim através de Egyptus, esposa de Ham, ou Sethites, descendentes de Noé através de Ham, tambem, assim como os Hamites, descendentes de Ham. Os Canaanites se estabeleceram na terra de Canaan, hoje chamada Israel.

 

8.       Elijah Abel e Walker Lewis, bem como todos os seus descendentes homens, portaram o Sacerdócio e frequentaram o templo, porque assim foi revelado pelo Senhor a Joseph, a Brigham, e a outros profetas depois de BY.

 

 

9.       No livro de Ruth, os Moabitas, brancos descendentes de Ló, sobrinho de Abraão, não deram água ou comida aos Israelitas quando saíram do Egito e estavam no deserto, e o Senhor os amaldiçoou, dizendo que ‘um moabita não entraria na congregação do Senhor até sua 10ª geração. Isto está em Deuteronômio 23:3. Ruth, branca, era da primeira geração dos Moabitas, e mostrou tamanha fé no Senhor, e ELE a permitiu entrar na sua congregação, tornando-se uma Israelita. O próprio Jesus Cristo era descendente de Ruth e Obed. Os descendentes de Elijah Abel e Walker Lewis eram brancos porque seus filhos se casaram com membros brancos da igreja no século 19.

 

10.   Os Hamites, de qualquer cor de pele, não poderiam ter o sacerdócio ou frequentar o templo. Eles podiam ir ao templo para fazerem batismos para os mortos. Eles podiam ser membros da igreja, mas não missionários. De 1840 a 1960, a igreja tinha mais de 1000 membros descendentes de africanos, que procuravam a igreja através de visões que tinham, ou anjos que lhes mostravam o caminho. Alguns deles formaram congregações na África e pregavam sobre Jesus Cristo de acordo com suas visões, e chamavam-se de Mórmons ou Santos dos Últimos Dias. A Igreja se estabeleceu na África por causa deles, embora não pudessem receber o Sacerdócio, e tinham plena consciência disso.

 

 

11.   De 1960 a 1970, a Igreja tem inúmeros comunicados contra o racismo, e encorajou todos os americanos a tratarem seu próximo como Cristo ensinou, independente da cor de sua pele (o racismo nos USA naquela época era terrível, dado às lutas civis de muitos). Todos os profetas indagaram o Senhor sobre o sacerdócio aos negros e aguardaram.

 

12.   Em 1978, o templo de São Paulo estava sendo construído. Haviam milhares de mulatos que vinham de casamentos de brancos com descendentes de Ham que eram membros da Igreja no Brasil que não eram sequer permitidos entrar no Templo, mas estavam ajudando na construção, e eles sabiam que não poderiam ter o sacerdócio ou mesmo entrar no templo depois de pronto. Presidente Spencer Kimball passava dias e noites de joelhos com os apóstolos e outras autoridades gerais pelo mundo afora, jejuando e orando, por meses e meses. Até que, em 1º de Junho de 1978, no Templo de Salt Lake, o Senhor levantou seu profeta de seus  joelhos e este falou com Sua voz, que o banimento do sacerdócio aos descendentes de Ham, havia sido encerrado.

 

13.   O Sacerdócio requer que um homem seja livre e capaz de usá-lo, pelas instruções de Joseph Smith. A revelação era baseada somente na doutrina da maldição de Caim dada pelo Senhor, o que Joseph Smith, Brigham Young e outros profetas consideraram os negros africanos serem descendentes de Caim. Foram muitas viagens ao redor do mundo,visitas a pesquisadores e arqueólogos, para que Joseph estabelecesse e Brigham seguisse a instrução, bem como John Taylor, Wilford Woodruff, Lorenzo Snow, Joseph F. Smith, Heber J. Grant, George Albert Smith, David O. McKay, Joseph Fielding Smith, Harold B. Lee, até Spencer W. Kimball. Não há indicação de nenhum dos profetas, mesmo Ezra Taft Benson, Howard Hunter, Gordon B. Hinckley e até hoje, com Thomas Monson, de que o banimento do sacerdócio aos descendentes de Caim tenha sido um erro de Joseph ou de Brigham.

 

14.   É claro e está registrado que todos os profetas nesta última dispensação, de Joseph à Thomas pregaram contra o racismo. A maldição de Caim não configura racismo, uma vez que os descendentes de Ham não era inferiores que outras raças ou sequer todos negros.

 

15.   Sobre a escravidão dos negros - Em Ezequiel capítulos 29 e 30, o Senhor espalhou Egípcios entre os habitantes de Pathos que eram negros, e os dividiu e os fez escravos para outras nações. Africanos e negros Africanos-Americanos membros de outras igrejas entendem esta profecia sendo cumprida. A maldição do Senhor foi dada porque eles não ouviram a voz do Senhor.

 

16.    Jesus Cristo considerou Canaanites como ‘cachorros’ sob a maldição de Canaan, dada por Noé, como em Mateus 15:20-26. Para os judeus, ‘cachorros’ significam  escravos. A mulher cananita poderia ter reagido com orgulho e ódio, mas simplesmente respondeu, ‘Verdade, Senhor’, e por causa de sua fé, Cristo curou sua filha. Mateus 15:

 

“20 São estas as coisas que contaminam o homem; mas o comer sem lavar as mãos não o contamina.

21 Partindo Jesus dali, retirou-se para os lados de Tiro e Sidom.

22 E eis que uma mulher cananéia, que viera daquelas regiões, clamava: Senhor, Filho de Davi, tem compaixão de mim! Minha filha está horrivelmente endemoninhada.

23 Ele, porém, não lhe respondeu palavra. E os seus discípulos, aproximando-se, rogaram-lhe: Despede-a, pois vem clamando atrás de nós.

24 Mas Jesus respondeu: Não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel.

25 Ela, porém, veio e o adorou, dizendo: Senhor, socorre-me!

26 Então, ele, respondendo, disse: Não é bom tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos.

27 Ela, contudo, replicou: Sim, Senhor, porém os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos.

28 Então, lhe disse Jesus: Ó mulher, grande é a tua fé! Faça-se contigo como queres. E, desde aquele momento, sua filha ficou sã.

29 Partindo Jesus dali, foi para junto do mar da Galiléia; e, subindo ao monte, assentou-se ali.”

 

 

17.   A Bíblia chama os Israelitas de escolhidos do Senhor. Apresenta os Levitas como os únicos que poderiam receber o Sacerdócio nos tempos antigos porque foram os únicos valentes quando Korah e seus seguidores se rebelaram contra Moisés no Monte Sinai. Nenhuma outra tribo de Israel poderia ter o Sacerdócio, porque o Senhor instruiu seu profeta desta forma.

 

18.   Os Cananitas foram amaldiçoados por Noé, um profeta do Senhor. Jesus Cristo nunca disse nada contra essa instrução.

 

19.   O racismo existente no mundo contra os negros não tem nada a ver com o banimento do Sacerdócio.

 

·         O Senhor amaldiçoou todas as mulheres de sofrerem dor ao terem crianças quando Eva comeu do fruto (Genesis 3:16)

·         O Senhor amaldiçoou todos os homens que conseguissem o alimento diário quando Adão comeu do fruto ( Genesis 3:17-19)

·         O Senhor amaldiçoou os Egípcios com pragas porque o Faraó não deixou os Israelitas saírem do Egito (Exodus capítulos 7-9)

·         O Senhor amaldiçoou os Moabitas e os ammonites por não providenciarem comida e água para os Israelitas quando saíram do Egito (Deuteronômio 23:3)

·         O Senhor amaldiçoou seu próprio povo, os Israelitas, se não cumprissem seus mandamentos (Deuteronômio, capítulo 28)

 

20.   O apóstolo Bruce R. McConkie proferiu um comunicado quando da revelação de 1978:

 

“Esqueçam tudo o que eu disse, ou o que o Presidente Brigham Young disse ou… o que quem quer que seja disse nos dias passados que é contrário à revelação atual. Falamos com um entendimento limitado e sem a luz e conhecimento que agora veio para o mundo… Isso não faz uma partícula de diferença do que algum já disse sobre este assunto antes dos primeiros dias de junho deste ano, 1978… todo e qualquer fragmento de luz ou qualquer partícula de escuridão do passado, esqueçamos tudo sobre isto”.

(McConkie, Todos São Semelhantes Perante Deus, encarregado pelos Educadores Religiosos, 152-153).

 

21.   Mas a igreja não pediu desculpas formais, simplesmente seguindo a escritura em D&C 1 que diz:

Verso 38” O que eu, o Senhor, disse está dito e não me desculpo; e ainda que passem os céus e a Terra, minha palavra não passará, mas será toda cumprida, seja pela minha própria voz ou pela voz de meus servos, é o mesmo”.

                                                                                                               
Fontes:
Bíblia – Tradução João Ferreira de Almeida, Doutrina e Convênios, Pérola de Grande Valor -
- Manual do Velho Testamento (que inclui Pérola de Grande Valor) do Instituto -
- Manual do Novo Testamento do Instituto -
- Journal of Discourses (deste link) http://contentdm.lib.byu.edu/cdm/search/collection/JournalOfDiscourses3
- Joseph Smith Papers Journals, Volume 1: 1832–1839 e Volume 2: December 1841–April 1843;
- Revelations and Translations, Volume 1: Manuscript Revelation Books, Facsimile Edition: Manuscript Revelation Books e Volume 2: Published Revelations;
- Histories Volume 1: Joseph Smith Histories, 1832–1844. E os livros de Ronald K. Esplin and Sharon E. Nielsen, "The Record of the Twelve, 1835: The Quorum of the Twelve Apostles' Call and 1835 Mission," BYU Studies Quarterly vol. 51, no. 1 (2012): 4–52.
- Lectures on Faith, in Doctrine and Covenants, 1835
- Minute Book 1 (Kirtland High Council Minutes)
- Nauvoo Relief Society Minute Book
- Revelation Book 1 (Book of Commandments and Revelations)
 

No comments: