April 07, 2011

Entendendo nosso Plano Pessoal


Há um tempo num treinamento de trabalho deparei-me com esta figura:




Qual a nossa capacidade de ver a “big picture” (grande figura), ou seja, como cada acontecimento em nossa vida está interligado e é ou será necessário em nossa vida futura, nossas escolhas e história de vida?

Vendo este vídeo de Steve Jobs em sua formatura na Stanford (assistam, é um pouco longo mas vale muitíssimo à pena assistir):

http://video.google.com/videoplay?docid=-3827595897016378253

Também podemos ver que todas as experiências que temos em nossas vidas são necessárias para a formação do nosso eu, e dependerá de nossas escolhas para que saibamos aproveitá-las.

Como tirar proveito de experiências negativas, como aproveitar as oportunidades que elas trazem?


Como disse Steve: “Precisamos ‘Ligar os pontos’, (...) Amar o que fazemos e (...) Não nos acomodar”.

Ele é uma das muitas histórias de sucesso de pessoas que sabem reter o que é bom e louvável” no meio da adversidade.

Apenas uma história para ilustrar o tema:

O Bordado

Quando era pequeno minha mãe costurava muito. Eu me sentava perto dela e lhe perguntava o que estava fazendo. Ela me respondia que estava bordando.

Eu observava seu trabalho de uma posição mais baixa de onde ela estava sentada, e sempre lhe perguntava o que estava fazendo, dizendo-lhe que de onde eu estava o que ela fazia me parecia muito confuso. Ela sorria, olhava para baixo e gentilmente dizia: "Filho, saia um pouco para brincar e quando terminar meu bordado te chamarei e te colocarei sentado em meu colo e te deixarei ver o bordado desde a minha posição".
Perguntava-me porque ela usava alguns fios de cores escuras e porque me pareciam tão desordenados de onde eu estava. Minutos mais tarde escutava-a chamando-me: "Filho, vem e senta-te em meu colo".

Eu o fazia de imediato e me surpreendia e emocionava ao ver a formosa flor e o belo entardecer no bordado. Não podia crer; de baixo parecia tão confuso. Então minha mãe me dizia:"Filho, de baixo para cima tudo te parecia confuso e desordenado, porém não te ocorria de que há um plano acima. Havia um desenho; só o estava seguindo. Agora olhando-o da minha posição saberás o que estava fazendo".

Muitas vezes ao longo dos anos tenho olhado para o céu e dito: "Pai o que estais fazendo?" Ele responde: "Estou bordando tua vida." E eu lhe replico: "Mas está tudo tão confuso; em desordem. Os fios parecem tão escuros, porque não são mais brilhantes?" O Pai parecia dizer-me: "Meu filho, ocupa-te de teu trabalho e Eu farei o meu; um dia te trarei ao céu e te colocarei em meu colo e então verás o plano desde a Minha posição."

O que fazemos em nosso dia-a-dia com nossas experiências? Facilmente nos revoltamos, colocamos defeito em tudo, queremos moldar as pessoas ao nosso jeito, reclamamos de tudo, ou procuramos um ponto no meio da tempestade onde podemos, com calma, resolver o problema e manter-nos focados no que realmente é importante?
Seja no equilíbrio pessoal que precisamos ter, seja no casamento, profissão, saúde ou qualquer outra área de nossas vidas, conseguimos reconhecer a mão de Deus (para os que acreditam n’Ele) como parte de nosso crescimento?

Como transformar o sofrimento em crescimento?
Tentemos externar o modo como vemos os acontecimentos de nossa vida, como os aproveitamos, como os aplicamos, como reagimos às situações.

Podemos nos edificar e ajudar aqueles que estão desistindo, encorajar os que estão em meio à tempestade, ajudá-los a acreditar na bonança.

Aqui o link para o vídeo de Steve Jobs no Youtube (embora somente no google no link que postei acima contenha a tradução em legenda):

http://www.youtube.com/watch?v=D1R-jKKp3NA

Albert Einsten escreveu alguma coisa no sentido do significado de viver. Disse ele que um ser humano é uma parte de um todo chamado por nós de "universo", ou seja, uma parte limitada pelo tempo e espaço.

Quando experimentamos nosso próprio ser, colocamos nossos pensamentos e sentimentos como se estivessem separados do resto, o qual é uma ilusão ótica e de nossa consciência. Esta ilusão seria, na ótica dele, é uma espécie de prisão para nós que nos obriga a sermos fiéis aos nossos desejos pessoais e a sentir afeto só por aqueles que nos rodeiam.

Nossa tarefa consiste em escapar desse cárcere ampliando nosso círculo de simpatia aos demais para acolher de braços abertos a beleza que todas as criaturas viventes e a natureza apresentam.

Einsten por exemplo foi muito mais que um cientista, foi um profundo metafisico ao que pouco ou nada lhe importaram os padrões estabelecidos dos pensamentos e dos atos deste mundo. As palavras que Einsten citou nos oferecem a possibilidade certa de escaparmos da nossa jaula e nos unirmos, não só no sentido espiritual, mas sim também em um mundo fisico e real.

Tantas pessoas encontram sabedoria nos livros (buscai o que é louvável), mas não conseguem reconhecer a sabedoria linear e completa do Plano Pessoal que temos, dado a nós individualmente por nosso Pai.

"Deus... nos escolheu nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele"
Efésios 1:3-4

Este é o plano de Deus. Que sejamos santos e irrepreensíveis perante ele.

E este é o plano d'Ele para todos os seus filhos. Todos os que nasceram depois da fundação do mundo (todos), foram escolhidos.

Deus não desistiu do propósito de nos colocar neste mundo. Ele nos amou, por isso, nos deu a oportunidade que temos de uma existência.

“Deus amou o mundo de tal maneira, que deu Seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna”
João 3:16

Seu amor para conosco não está condicionado à nada que tenhamos feito em nossas vidas; ele é anterior à nossa própria existência. Portanto, não há nada que tenhamos feito no passado em nossas vidas, nenhuma soma de pecados, nenhum desvio do direito que possa mudar o fato de que somos objeto do Seu amor de Deus.

“desvendando-nos o mistério da Sua vontade, de fazer convergir nele, na dispensação da plenitude dos tempos, todas as coisas, tanto as do céu, como as da terra”
Efésios 1:10

Paulo tomou conhecimento, logo após a experiência do caminho de Damasco da excelência do plano de Deus para sua vida. Mais tarde ele escreveu aos romanos: “enquanto eu for apostolo dos gentios, glorificarei o meu ministério”.

Deus ordenou a Samuel que ungisse a Saul como capitão sobre Israel. Assim, o filho de Cis sempre ganhou as batalhas. Mas, como rei foi um fracasso.

"Não há sabedoria alguma, nem discernimento algum, nem plano algum, que possa opor-se ao Senhor".
Provérbios 21:30

Deus tem um plano universal para a humanidade (João 1:1-14 e João 3:16-18) e um plano individual para cada um de nós (Hebreus 11:4-40 - alguns deles).

"Deus... nos escolheu nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele"

Presidente Hinckley sempre falava sobre conseguirmos ver 'a grande figura', como neste artigo da Ensign:
http://lds.org/ldsorg/v/index.jsp?vgnextoid=2354fccf2b7db010VgnVCM1000004d82620aRCRD&locale=0&sourceId=4c82aeca0ea6b010VgnVCM1000004d82620a____&hideNav=1

Um pouco do que ele diz:

"Vivemos em uma sociedade que se alimenta de críticas. Censura é a substância de colunistas e comentaristas, e há muitos destes entre o nosso povo. É tão fácil encontrar a falha, e para resistir a isso requer muita disciplina. Mas se, como povo, nós construimos e sustentamos um ao outro, o Senhor nos abençoe com a força para resistir a todas as tempestades e continuam a avançar através de cada adversidade. O inimigo da verdade nos dividiria e cultivaria dentro de nós atitudes como criticismo que, se permitimos que prevaleçam, só farão nos deter na busca do nosso grande objetivo dado por Deus. Nós não podemos permitir que isso aconteça. Temos de cerrar fileiras e marchar ombro a ombro, os fortes ajudando os fracos, aqueles que assistem pessoas com muito pouco. Nenhum poder na terra pode parar esta obra se deve conduzir-nos assim."

"Portanto, não temais, pequeno rebanho, faze o bem, deixe que a terra e o inferno se unam contra vós, pois se estiverdes estabelecidos sobre minha rocha, eles não poderão prevalecer. Buscai-me em cada pensamento; não duvide, não tenha medo." (D & C 6:34, 36).






1 comment:

Chris Ayres said...

Oi Erika,

Você não está errada. Mas veja, conforme eu disse no meu post, que Deus tem um plano de salvação para a humanidade (cada um de nós) conforme as escrituras que postei (João 1:1-14 e João 3:16-18) e um plano individual para cada um de nós (Hebreus 11:4-40 - alguns deles).
Nós como membros da Igreja, entendemos essa revelação pessoal do Pai diretamente a nós, através de nossa Bênção Patriarcal, e sempre manteremos nosso arbítrio, mesmo no Milênio, quando não haverá tentações do inimigo. Ou seja, para uma pessoa acreditar que Deus tem um plano para sua vida, ela deve ter recebido essa revelação através d'Ele, pessoal. De outro lado, todos nós temos a possibilidade de fazer parte do rebanho do Senhor, através do arrependimento, batismo, e sermos guiados pelo Espírito para cumprir nosso Plano Pessoal.